Postagens

Goodbye, Columbus and five short stories - primeira vez lendo Philip Roth nos Estados Unidos

Venho lendo Philip Roth desde 2019, mas esta foi a primeira leitura que fiz nos Estados Unidos. Não é que tudo mudou, mas algo mudou.  Goodbye, Columbus and five short stories foi o livro de estreia do autor em 1959. Diferentemente dos outros que eu já li, este tem um ritmo mais tranquilo. Não tem aquela velocidade verborrágica de O Complexo de Portnoy ou Pastoral Americana . Adeus, Columbus se passa durante as férias de verão e descreve o romance entre Neil Klugman e Brenda Patimkin. Os dois são de família judias, mas a de Neil é pobre. Seus pais moram em outro estado e ele vive de favor com seus tios. Neil é também o narrador da história e tem um trabalho de baixa remuneração na Biblioteca Pública de Newark.  Ele conhece Brenda na piscina do clube que está frequentando. A família de Brenda tem uma situação financeira muito mais confortável. Ela é estudante em Radcliff College, Massachussets, e está passando as férias de verão com sua família em Newark. São pelos olhos de Neil que

Brevíssimos comentários sobre O Monge, o livro do Clube de Leitura de Abril

O Mundo da Escrita, de Martin Puchner: um livro ambioso

Eight-day trip in Texas (Dallas, Odessa, Alpine, Big Bend and Austin) - Spring Break

Persuasão, Jane Austen - o livro que não me convenceu

Porque não gostei de Norwegian Wood - o livro, não a música

Releitura e breves observações de A Fúria e outros contos, Silvina Ocampo

A Sucessora: nostalgia, futuro e eleições 2022

A retrospectiva de leituras de 2021 - o ano de mudanças